Noticias La actualidad más blanca de la red
Última actualización: 21/05/2022 a las 09:58:00 (CET)

Serra da Estrela coberta de branco no fim-de-semana

Serra da Estrela coberta de branco no fim-de-semana
A Páscoa branca compensa um Inverno com pouca neve, que levou a uma redução das taxas de ocupação dos hotéis da Turistrela. Os dias de abertura da estância de esqui da Torre caíram para metade.
Depois de um Inverno com menos neve que o habitual, a Serra da Estrela chega à Páscoa “com o maior nevão deste ano”, garante Artur Costa Pais, administrador da Turistrela. “Graças à neve que tem caído nos últimos dias, as pistas estão quase todas a funcionar na estância de desportos de Inverno e onde o manto branco chega nalguns locais a 60 e 70 centímetros de altura”, descreveu aquele responsável ao Diário XXI.

A empresa Turistrela espera ter 90 por cento da área da estância da Torre aberta ao público no fim-de-semana prolongado da Páscoa. “A taxa de ocupação dos nossos hotéis também está a crescer, desde que a meteorologia anunciou a queda de neve”, acrescenta. Segundo aquele responsável, é de esperar que a neve ainda volte a cair até sexta-feira, “mas as previsões apontam para tempo soalheiro no fim-de-semana”.

Fonte do Centro de Limpeza de Neve das Estradas de Portugal, nos Piornos, referiu ontem que, apesar do frio, todas as vias estão todas abertas ao trânsito na Serra da Estrela. “Em Dezembro ainda houve grandes nevões, mas, este ano, este é capaz de ser o maior”, referiu.

Menos neve, menos turistas
O Inverno que terminou teve menos neve que o habitual, o que se reflectiu na actividade da Turistrela, empressa concessionária do turismo em altitude na montanha mais alta de Portugal Continental. Segundo Artur Costa Pais, “no ano passado a estância esteve aberta 126 dias. Este ano ainda só estamos com cerca de 60”. Nos hotéis, os números absolutos estão por apurar, mas aquele responsável estima que a ocupação tenha caído 20 por cento em relação ao último ano.

“Cerca de 90 por cento das pessoas vêm à Serra da Estrela para ver neve. Se há menos, a ocupação reflecte-se de imediato. Foi isso que aconteceu. Mas também é preciso realçar que 2006 foi um ano excepcional, com muita neve”, acrescenta.

Anos secos não são novidade
Artur Costa Pais reafirma a aposta da Turistrela nos desportos de Inverno e na neve e, para já, não receia os efeitos das alterações climáticas. “Este ano houve pouca neve, mas sempre foi assim: de 10 em 10 anos, aparece uma temporada muito seca”, refere.

Investimentos podem ser definidos em Outubro
Novos investimentos para ampliação da estância da Torre estão nos planos da empresa, há já alguns anos e fazem parte do programa de investimentos “Serra da Estrela Dinâmica”, que prevê empreendimentos turísticos orçados em 100 milhões de euros em redor da montanha até final de 2008.

Investimentos como a instalação de novos meios mecânicos, o aumento da área esquiável e a criação de uma unidade hoteleira na Torre, dependem agora “de processos de licenciamento em curso e também da organização dos programas de financiamento estatais. Talvez a partir de Outubro já haja uma definição a esse respeito”, conclui.

0 Comentarios Escribe tu comentario


    Escribe tu comentario





     

    Si este mensaje tiene un solo insulto, no te molestes en enviarlo, porque será eliminado.
    AVISO: La IP de los usuarios queda registrada

    Los comentarios aquí publicados no reflejan de ningún modo la opinión de nevasport.com. Esta web se reserva el derecho a eliminar los mensajes que no considere apropiados para este contenido. AVISO: La IP de los usuarios queda registrada, cualquier comentario ofensivo será eliminado sin previo aviso.



    Lo más leído:

    Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar tu experiencia y nuestros servicios analizando la navegación en nuestra web. Si continúas navegando, consideramos que aceptas la Política de Cookies x